Playlist

quinta-feira, 17 de março de 2011

Eu quero a fome...


  "Não quero faca, nem queijo. Quero a fome."

 (Adélia Prado) 


Sempre desejei a fome, pois é a fome que nos motiva a buscar, saciar, e se não existe o que desejamos criamos formas de satisfazer o que nos acomete, o que nos atormenta seja a alma, o coração, ou a razão... Não é a toa que a sede e a fome são sensações intintivas que nos mantêm vivos. E por isso é tão importante termos sempre fome, seja de conhecimento, seja de amor, de poesia, de beleza, de prazer, de alegrias, de realizações, de vencer, de conquistar... Pois ela é nossa motivação, nosso combustível que nos faz buscar sempre o melhor em qualquer área de nossas vidas. Assim, eu quero ser faminta sempre... Faminta pelo que há de melhor na vida, faminta de viver!


(Juliana Alves)

Um comentário: