Playlist

quarta-feira, 20 de abril de 2011

In Momento Epifânico-Catártico



"Minha verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia.
Agora sei: sou só. Eu e minha liberdade que não sei usar. 
Grande responsabilidade da solidão.
Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama.
Quanto a mim, assumo a minha solidão. 
Que às vezes se extasia como diante de fogos de artifício. 
Sou só e tenho que viver uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor. 
E a dor, silêncio. 
Guardo o seu nome em segredo. 
Preciso de segredos para viver."


(Clarice Lispector)

Um comentário:

  1. De tirar o fôlego!! Sempre Clarice...

    Bjs querida, uma boa quarta-feira pra vc e um domingo docinho. Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir