Playlist

terça-feira, 19 de julho de 2011

Partidas


Tu chegaste e trouxeste
Tua calmaria, êxtase e encanto,
Mas que se findou em pranto.

Preparo-me para mais uma partida...

Tu se vais...
Eu fico,
Partida...

Ao meio,
Falta-me um pedaço
Desse desfeito laço
Que de tão terno
Pareceu-me eterno.

Mas a metade desse laço
Que me resta ser...
Será o meu ponto de PARTIDA.

O amor que carrego oculto,
Como a semente que em seu reduto 
leva a essência,
E um dia floresce...
Frutifica beleza...
Ao ser amanhada
Pelas mãos de um jardineiro zeloso.

Ávida, espero por esse encontro.
Momento em que meu ser
Não conhecerá partidas
Nem a alma será mais dividida.

Encantadora magia
Consolidará as partes desse coração.
Se fazendo jardim florido,
Pomar frutífero...
De onde se colherá doçuras
Avivado sob novo amanhecer
                            (Amar-e-ser).

(Juliana Alves)

Um comentário:

  1. "Mas que se findou em pranto."

    Sempre acaba em pranto não sei por quê. Ai,ai,tão complicado mesmo o amor.

    Liindo poema queriiida.Ameeei. Beijoos ;**

    ResponderExcluir