Playlist

domingo, 1 de janeiro de 2012

Memórias póstumas de um amor possível



Não se pode camuflar com flores uma história cujo fim se sabe iminente...
Por mais que se tente ver um afresco de imensurável beleza, obra barroca adornada, em seu cerne encontra-se ranhuras, graves erros que comprometem toda a estrutura.
Disfarçá-los com flores, seria adornar-lhe com uma coroa póstuma, pois aqui jaz o entusiasmo, a leveza, a saudade e a ternura do amor um dia possível...
Melhor então, fundar a lápide concreta do que uma morte lenta e enfeitada de sofismas!

(Juliana Alves)

Um comentário:

  1. Que belas palavras Juliana..tão suaves e ao mesmo tempo doces!!

    Amei seu cantinho e já estou a segui-la!!
    Depois me Faça uma visitinha e se gostar me siga..
    http://amantesdodireito.blogspot.com

    ResponderExcluir