Playlist

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Florescência Solar



Diante da aridez da minha vida
Rebentou sua primavera colorida
Pétalas douradas laureando sua fronte
Majestosa estrela-solar de um jardim luzente.

Seus lábios desabrocham tal tímido botão!
Versicolor miragem, delicada visão...
Que aos poucos ganha brilho e viço
Cor e cheiro, produzem seu sorriso!

Sua pele aveludada e macia,
Rosa que ao meu corpo acaricia...
Em singelo solo se fez rainha-flor
De todas que brotam ao meu redor!

Quem dera inebriada pelo seu aroma,
Em tua calmaria me pudesse aconchegar,
Mas assim o destino não quis...
Fez você florir longe de mim!

Conto o tempo, projeto minha mente...
Para novamente, em pleno deleite,
O Girassol real possa notar-me no céu,
Voltar-me sua face e coroar-me seu sol!

(Frederico Bernardes e Juliana Alves) 


Disponível também no blog: Recôndito das Causas Perdidas

2 comentários:

  1. Boa noite Juliana, boa noite Fred!! Não poderia deixar de vir aqui prestigiar mais uma vez este maravilhoso espaço e dar lhes os parabéns por esta linda obra que é uma perfeita comunhão entre a natureza e a vida humana, já nascida da perfeita comunhão entre dois grandes poetas. Parabens mais uma vez!!! Contem sempre com meu aplauso e com a minha mais sincera admiração!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que poesia linda! Amo os girassois, são místicos, acho! Gostei do blog, parabéns a vocês. Abraços

    ResponderExcluir