Playlist

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Luz do Mundo


Penso sempre que, amor, amor mesmo, daqueles que tudo-perdoa-tudo-pode-tudo-alcança é visto por poucos nesse mundo tão sozinho. Aquele amor que faz os olhos brilharem, que enxerga felicidade na presença, que faz o coração pular, que arranca choro de emoção, que dá vontade de gritar de felicidade - amor assim é raridade. Amor pra vida toda se tornou historinha pra boi dormir. A idéia de amor pra sempre virou calmante para aqueles que não conseguem dormir à noite por medo de morrerem sozinhos. Estamos em um estado que até meio fio parece uma barreira intransponível. Alguém pergunta pra Deus aonde é que foi parar o amor?

A gente ainda vai dar muitas voltas até descobrir que está escondido dentro da gente, só esperando pra acontecer. Esperando pra brilhar, pra espalhar, pra afugentar o mal. O amor está lá, quietinho, esperando nossos dedos tentarem resgatá-lo do fundo do nosso peito para trazê-lo à superfície. Perfeição é a maneira como Deus desenhou com seus próprios dedos as linhas da sua vida. E com sutileza, com afeto, com ternura, soprou sobre você a felicidade e te deu a benção que é poder sorrir apesar de. Apesar do medo, se pode sorrir. Apesar do aperto, se pode sorrir. Apesar do tédio, da amargura, da falta de coragem, se pode sorrir. Coragem! Ainda há tanto para comemorar antes de entregar os pontos.

Ame-se. Deus fez tua boca para amparar, tua gargalhada gostosa pra se espalhar por aí, teus olhos para refletirem o que há em sua alma, seus braços para abraçar quem precisa. Deus fez lindamente seus ouvidos para aprender, seu coração para sentir e sutilmente pincelou amor nesta obra de arte. Te deu o dom de amar incondicionalmente, de rir escancaradamente, de se encantar maravilhosamente, de desmistificar a felicidade, de estrangular o medo, de dar um pouquinho de paz a um peito cansado. Deus te deu essa alegria que cresce quando em conjunto, o dom se saber-se forte, a possibilidade de reconhecer suas falhas, a experiência de aprender com elas. Deus te deu o presente da oração, a sabedoria de agradecer até mesmo por coisas ruins porque tudo é um plano Dele com um objetivo bom na reta final. Deus te deu a capacidade de correr maratonas quando você pensa que não conseguirá dar o primeiro passo. Deus cochicha as instruções em seu ouvido, coloca calor em seu coração para aquecer os invernos mais gelados da sua alma - e de outras almas também. Te deu capacidade de sentir com intensidade tudo o que vale a pena e de desfrutar da companhia de tantas pessoas especiais que caminham ao seu lado. Deus te carrega no colo quando tudo dói, chora quando você sofre e se alegra quando você sorri. Ele te observa andando pelas ruas pra que nenhum mal te aconteça e fica triste quando você faz coisas ruins. Deus te deu o privilégio de chorar no colo Dele quando você pensa que está sozinho. Não, não está. Ninguém te ama como Ele.

O amor está, está sempre, em todos os lados, escondido por todos os cantos. Só vê quem enxerga com o coração. Só enxerga quem o reconhece no sorriso do outro, em um abraço apertado, em uma gentileza a um desconhecido, em um olhar de cumplicidade. O amor é maior do que qualquer conceito sobre amor. O amor é simples, e por isso passa tão despercebido. Se for pra se matar, que seja de rir. Se for pra se drogar, que seja de afeto. Se for pra falar, que diga a verdade. Se for pra sentir, que coloque amor em cada gesto. Que tenhamos a feliz sutileza de abrir os olhos todos os dias e pensar: "eu sou a luz do mundo."

(Clarissa M. Lamega)

Nenhum comentário:

Postar um comentário